Confira 14 erros comuns dos empreendedores iniciantes
Atendimento via chat

Confira 14 erros comuns dos empreendedores iniciantes

Reading time: 7 mins

mulher confusaAbrir um negócio requer muito mais do que uma boa ideia e força de vontade! Para administrar uma empresa e fazer com que ela dê certo, são necessárias muita dedicação e organização, além de cuidados com questões legais e fiscais e outros aspectos ligados à administração do negócio.

No post de hoje listamos 14 erros comuns dos empreendedores iniciantes, que pode pode evitar ao começar o seu negócio. Vamos lá?

1. Não planejar

É muito comum na abertura de uma empresa o pensamento de que não vale a pena investir em planejamento. Entretanto, esta é uma das maiores causas de fechamento das empresas já no início das atividades. É preciso dedicar tempo para conhecer o mercado, clientes, fornecedores e entender se o seu negócio é viável ou não!

2. Ignorar a sua concorrência

Ao não estudar a sua concorrência, você corre grandes riscos – isso por que seu consumidor precisa exergar seu diferencial diante dos concorrentes. Pesquise muito e conheça a fundo tudo que eles estão oferecendo para poder descobrir como sua empresa pode ser diferente e se destacar.

3. Não formalização

Muitos negócios ficam por anos sem qualquer formalização, ou seja, simplesmente não existem. Com isso, não podem participar de licitações, pedir empréstimos ou emitir Notas Fiscais. Procure entender os tipos de tributação e escolha o tipo que melhor se ajusta ao seu negócio.

4. Documentação legal e fiscal

Muitos empreendedores até são formalizados, mas não mantêm a parte contábil e fiscal em dia – algo que é fundamental para manter a sua empresa competitiva. Organize-se para não perder prazos, evitar multas e garantir que a sua empresa estará sempre em dia com obrigações fiscais e legais.

5. Achar que a gestão de Notas Fiscais não serve para nada

Com o aumento das obrigações acessórias e surgimento, cada vez maior, de exigências para as empresas, é um erro acreditar que as Notas Fiscais não servem para nada. Caso exista alguma dúvida em relação ao faturamento, é preciso ter a documentação organizada, pois será utilizada como prova de que a empresa está correta.

6. Esquecer das finanças

Assim como muitos empresários acabam se esquecendo do lado contábil e fiscal, também é comum esquecer de controlar as finanças da empresa, o que em vários casos prejudica irremediavelmente o negócio. Organize seu fluxo de caixa, procure soluções de gestão integrada e garanta a lucratividade do seu negócio!

Sage One - Emissor NFe

7. Não valorizar a contabilidade

A contabilidade, responsável pelo registro das mutações patrimoniais, muitas vezes é deixada de lado com a mera função de apuração de impostos. Porém, é preciso utilizá-la como uma poderosa aliada. Conheça as demonstrações e saiba o que cada um delas pode  informar sobre o seu negócio.

 8. Não separar o patrimônio da pessoa física e jurídica

Ao conhecer conceitos de contabilidade, pode-se evitar um erro muito comum: a confusão patrimonial entre pessoa física e jurídica. Em sua empresa, apenas documentos relativos à pessoa jurídica deverão ser contabilizados como tal, sendo que os de pessoa física não devem ser contabilizados como pertencentes ao negócio. Ao separar pessoa física e jurídica, problemas com caixa, Imposto de Renda Pessoa Física e Pessoa Jurídica são evitados.

9. Falta de conhecimento em administração

Por mais que seja comum dizer que existem líderes natos, é preciso compreender que um erro muito grande é administrar um negócio sem nenhum conhecimento técnico na área. É preciso investir em treinamento sobre planejamento, finanças, contabilidade além de outras áreas que impactarão de forma direta em seu negócio.

10. Não treinar funcionários 

Além do próprio empreendedor, é comum errar na hora de treinar os funcionários, uma vez que muitos acreditam que isto é um gasto sem retorno. Colaboradores bem treinados evitam erros e desperdícios e sua empresa só tem a ganhar.

11.  Não buscar parcerias

Dentro das técnicas de administração, um grande erro é não investir em parcerias. Uma das mais indicadas é aquela feita com fornecedores, que poderão lhe oferecer melhores produtos e prazos e condições diferenciadas de pagamento, por isso invista nesta parceria.

12.  Errar no preço de venda

Ao não conhecer seus concorrentes, o empresário pode subestimar ou superestimar o seu preço de venda. Outra questão sensível e que leva a erros é não saber qual a sua estrutura de custos e despesas, pois isto deverá ser utilizado para definir a quantidade mínima que deve ser vendida, bem como o preço unitário.

13. Não ter gestão de estoque

A gestão de estoque é um dos pontos mais importantes de indústria e comércio, uma vez que estoque parado é prejuízo na certa. Assim, pra não errar é preciso investir em sistemas, capacitação e organização na hora de se controlar o estoque.

14. Não ter um planejamento de marketing

Não importa o estágio da empresa, o marketing sempre será necessário. É errado pensar que uma empresa estabelecida no mercado não precisa de marketing, pois no caso de recolocação ou lançamento de novos produtos, o marketing será um diferencial competitivo.

E você, comete algum desses erros comuns de empreendedores iniciantes? Conheça as soluções da Sage para sua micro ou pequena empresa e dê um passo a mais para evitá-los.

Dia da nota fiscal | Tudo o que você precisa saber sobre emissão de NFe

Reading time: 5 mins

A nota fiscal pode até ser ignorada por boa parte dos consumidores. Mas para empreendedores,…

Lições de grandes gestores

Reading time: 14 mins

Quando estudamos gestão é comum buscarmos inspiração em pessoas que já são referência na área…

Como legalizar seu negócio e mantê-lo regularizado

Reading time: 6 mins

Ter o controle do seu negócio envolve uma série de questões tributárias, contábeis e jurídicas…